CAIO DO CÉU

Caio do Céu transpõe o universo de Caio Fernando Abreu para o palco através de crônicas, cartas, contos, poemas, textos teatrais, depoimentos, músicas e imagens.

CAIO DO CÉU ​- Companhia de Solos & Bem Acompanhados (RS)

Impossível ler Caio Fernando Abreu sem enxergá-lo, sem senti-lo. Caio do Céu transpõe seu universo para o palco através de crônicas, cartas, contos, poemas, textos teatrais, depoimentos, músicas e imagens. Traz para a cena o próprio artista, por meio de vídeos, com trechos de suas entrevistas. O roteiro, assinado por Deborah Finocchiaro, com colaboração do diretor Luís Artur Nunes, prioriza parte da obra que valoriza a vida em todos os seus aspectos, apresentando também uma face pouco conhecida do autor: um homem vibrante e solar, que se revela desperto para o milagre da existência diante da iminência da morte.

Compartilhe:

Ficha técnica

  • Texto: Caio Fernando Abreu
  • Direção: Luís Artur Nunes
  • Atuação, violão, roteiro, e direção geral: Deborah Finocchiaro
  • Atuação, handpan, pandeiro, sampler, e cajon: Fernando Sessé
  • Músicas: Fernando Sessé e Gustavo Petry (com exceção de “Muros” e “Alento” de Deborah Finocchiaro e trechos das músicas “Necessidade” e “Amor Nojento” de Laura Finocchiaro)
  • Direção de vídeo: Bruno Polidoro / Daniel Dode
    Participação em vídeo: Marcelo Ádams
  • Figurino: Antonio Rabadan
  • Iluminação: Leandro Roos Pires
  • Produção e realização: Companhia Solos & Bem Acompanhados
  • Texto: Caio Fernando Abreu
  • Direção: Luís Artur Nunes
  • Atuação, violão, roteiro, e direção geral: Deborah Finocchiaro
  • Atuação, handpan, pandeiro, sampler, e cajon: Fernando Sessé
  • Músicas: Fernando Sessé e Gustavo Petry (com exceção de “Muros” e “Alento” de Deborah Finocchiaro e trechos das músicas “Necessidade” e “Amor Nojento” de Laura Finocchiaro)
  • Direção de vídeo: Bruno Polidoro / Daniel Dode
    Participação em vídeo: Marcelo Ádams
  • Figurino: Antonio Rabadan
  • Iluminação: Leandro Roos Pires
  • Produção e realização: Companhia Solos & Bem Acompanhados
  • Texto: Caio Fernando Abreu
  • Direção: Luís Artur Nunes
  • Atuação, violão, roteiro, e direção geral: Deborah Finocchiaro
  • Atuação, handpan, pandeiro, sampler, e cajon: Fernando Sessé
  • Músicas: Fernando Sessé e Gustavo Petry (com exceção de “Muros” e “Alento” de Deborah Finocchiaro e trechos das músicas “Necessidade” e “Amor Nojento” de Laura Finocchiaro)
  • Direção de vídeo: Bruno Polidoro / Daniel Dode
    Participação em vídeo: Marcelo Ádams
  • Figurino: Antonio Rabadan
  • Iluminação: Leandro Roos Pires
  • Produção e realização: Companhia Solos & Bem Acompanhados

Galeria

Pular para o conteúdo